Livro - Imagem Social do Médico de Senhoras no Século XX, A

Mais Imagens

Livro - Imagem Social do Médico de Senhoras no Século XX, A

Título: Livro - Imagem Social do Médico de Senhoras no Século XX, A

Autor: Marques, Rita de Cássia

Editora: Coopmed

Idioma: Português

Amparada nas chamadas fontes primárias, principalmente em cartas, a professora

delimitou sua pesquisa aos primórdios da ginecologia em Belo Horizonte – do início do

século XX, até a década de 1939. As correspondências “dos pacientes” do primeiro

“médico de senhoras” da cidade, o doutor Hugo Werneck foram reveladoras. Por meio

delas se sabe que eram os maridos e pais que se dirigiam ao médico quando o assunto

eram os “males” das mulheres. A intermediação de pais e maridos demonstrava que, em

relação às mulheres, a medicina teria um longo caminho pela frente. Foi em razão disso

que, particularmente em relação à ginecologia, coube aos médicos articularem, estratégica

e pacientemente, toda uma construção da imagem de sua profissão. Essa articulação

começava pela associação da imagem do médico “piedoso”, freqüentador de missas e que

perfazia, portanto, o ideal de um profissional respeitoso, o qual poderia ser confiado às

famílias e ao resguardado corpo feminino.

A substituição dos escritos generalizantes por aqueles calcados em investigações

exaustivas em fontes primárias, além do enfoque de novos objetos, assim como o exame

de especificidades locais, constituiu-se numa das mais positivas transformações da

historiografia ocorridas a partir dos anos 1960/1970. Especialmente no Brasil, com a

instauração dos cursos de pós-graduação, em sua grande maioria nos anos 1970, tais

transformações logo encontraram eco dando lugar à emergência de uma série de

conhecimentos que se mantinham ignorados. Essa obra inclui-se nesse movimento de

mudanças e contribui para trazer à tona uma dimensão pouco conhecida da história

brasileira. Situa-se no campo da História Cultural, o qual volta seu foco para a Medicina,

mais precisamente no que tange à ginecologia, da qual um dos significados é o estreito

contato do médico com o corpo feminino, empreitada das mais difíceis frente aos

costumes e crenças vigentes no momento abordado: 1907-1937.
R$32,00

em 5x de R$6,40 sem juros no cartão
ou 5% de desconto no boleto

OU
Descrição
Descrição
Descrição
Amparada nas chamadas fontes primárias, principalmente em cartas, a professora
delimitou sua pesquisa aos primórdios da ginecologia em Belo Horizonte – do início do
século XX, até a década de 1939. As correspondências “dos pacientes” do primeiro
“médico de senhoras” da cidade, o doutor Hugo Werneck foram reveladoras. Por meio
delas se sabe que eram os maridos e pais que se dirigiam ao médico quando o assunto
eram os “males” das mulheres. A intermediação de pais e maridos demonstrava que, em
relação às mulheres, a medicina teria um longo caminho pela frente. Foi em razão disso
que, particularmente em relação à ginecologia, coube aos médicos articularem, estratégica
e pacientemente, toda uma construção da imagem de sua profissão. Essa articulação
começava pela associação da imagem do médico “piedoso”, freqüentador de missas e que
perfazia, portanto, o ideal de um profissional respeitoso, o qual poderia ser confiado às
famílias e ao resguardado corpo feminino.
A substituição dos escritos generalizantes por aqueles calcados em investigações
exaustivas em fontes primárias, além do enfoque de novos objetos, assim como o exame
de especificidades locais, constituiu-se numa das mais positivas transformações da
historiografia ocorridas a partir dos anos 1960/1970. Especialmente no Brasil, com a
instauração dos cursos de pós-graduação, em sua grande maioria nos anos 1970, tais
transformações logo encontraram eco dando lugar à emergência de uma série de
conhecimentos que se mantinham ignorados. Essa obra inclui-se nesse movimento de
mudanças e contribui para trazer à tona uma dimensão pouco conhecida da história
brasileira. Situa-se no campo da História Cultural, o qual volta seu foco para a Medicina,
mais precisamente no que tange à ginecologia, da qual um dos significados é o estreito
contato do médico com o corpo feminino, empreitada das mais difíceis frente aos
costumes e crenças vigentes no momento abordado: 1907-1937.
Título
Livro - Imagem Social do Médico de Senhoras no Século XX, A
Páginas
178
Edição
1ed
Tipo da Capa
Bruchura
Editora
Coopmed
Ano
2005
Assunto
História da Medicina
Idioma
Português
Autor
Marques, Rita de Cássia
ISBN
9788585002817
Comentários

Tags do Produto

Use espaços para separar as tags. E aspas simples (') para frases.

Formas de pagamento

Formas de entrega