Livro - Diário da Dilma

Mais Imagens

Livro - Diário da Dilma

Título: Livro - Diário da Dilma

Autor: Diversos

Editora: Companhia das Letras

Idioma: Português

Diário fictício e hilariante recria agenda da presidente Dilma Rousseff. 'Seis de março - tô com um bode do Lula que nem te conto! Só tomo bola nas costas! Ele se faz de bonzinho, diz que me apoia, mas fica de ti-ti-ti com o João Santana, de zum-zum-zum com o Rui Falcão. Lá no fundo, ele quer voltar. Mandei um recado na lata - quem cochicha o rabo espicha.' Essa é a Dilma Rousseff que aparece nas páginas desse diário fictício - desconfiada, informal, bem-humorada. O 'Diário da Dilma' começou como uma seção da revista piauí. Todos os meses, a publicação trazia uma página de sátira sobre a rotina da chefe do Executivo. A Dilma, criada pelo autor, é atenta aos mínimos detalhes do penteado, adora jogar tranca, paparica o neto, faz fofoca com amigas da Casa Civil e da Petrobras e vive a suspirar por seu príncipe encantado, o ministro das Minas e Energia, Edison Lobão. A seção é inspirada numa coluna sobre a ex-primeira dama francesa Carla Bruni, criada pelo jornal humorístico francês Le Canard Enchaîné. Para compor o diário, o autor mergulha no noticiário nacional, descobre cores de esmalte e tendências fashion em revistas femininas, capricha no vocabulário cafona e fica de olho na agenda cumprida pela presidente na vida real. Muitas informações de bastidores servem de material - há histórias que parecem brincadeira, mas são dados exclusivos recebidos pelo jornalista. De todo modo, a mistura entre fato e ficção não deixa dúvida sobre o traço que predomina em todos os textos - o humor corrosivo e escrachado.

Produto esgotado

Preço: de R$35,60

Preço Promocional por R$30,00

PREÇO VÁLIDO SOMENTE PARA NOSSA LOJA VIRTUAL

em 5x de R$6,00 sem juros no cartão
ou 5% de desconto no boleto

Descrição
Descrição
Descrição

Diário fictício e hilariante recria agenda da presidente Dilma Rousseff. 'Seis de março - tô com um bode do Lula que nem te conto! Só tomo bola nas costas! Ele se faz de bonzinho, diz que me apoia, mas fica de ti-ti-ti com o João Santana, de zum-zum-zum com o Rui Falcão. Lá no fundo, ele quer voltar. Mandei um recado na lata - quem cochicha o rabo espicha.' Essa é a Dilma Rousseff que aparece nas páginas desse diário fictício - desconfiada, informal, bem-humorada. O 'Diário da Dilma' começou como uma seção da revista piauí. Todos os meses, a publicação trazia uma página de sátira sobre a rotina da chefe do Executivo. A Dilma, criada pelo autor, é atenta aos mínimos detalhes do penteado, adora jogar tranca, paparica o neto, faz fofoca com amigas da Casa Civil e da Petrobras e vive a suspirar por seu príncipe encantado, o ministro das Minas e Energia, Edison Lobão. A seção é inspirada numa coluna sobre a ex-primeira dama francesa Carla Bruni, criada pelo jornal humorístico francês Le Canard Enchaîné. Para compor o diário, o autor mergulha no noticiário nacional, descobre cores de esmalte e tendências fashion em revistas femininas, capricha no vocabulário cafona e fica de olho na agenda cumprida pela presidente na vida real. Muitas informações de bastidores servem de material - há histórias que parecem brincadeira, mas são dados exclusivos recebidos pelo jornalista. De todo modo, a mistura entre fato e ficção não deixa dúvida sobre o traço que predomina em todos os textos - o humor corrosivo e escrachado.

Título
Livro - Diário da Dilma
Páginas
256
Edição
Tipo da Capa
Brochura
Editora
Companhia das Letras
Ano
2014
Assunto
Humor
Idioma
Português
Autor
Diversos
ISBN
9788535924848
Comentários

Tags do Produto

Use espaços para separar as tags. E aspas simples (') para frases.

Formas de pagamento

Formas de entrega