Editora Coopmed

Entre suas múltiplas finalidades, a Coopmed cumpre importante papel como editora de livros e periódicos, tendo como objetivo editar livros técnicos, científicos e de outras categorias. A Editora Coopmed tem hoje em sua lista de publicações várias obras utilizadas por estudantes e profissionais de Medicina, Enfermagem, Fisioterapia, Terapia Ocupacional e outras da área da saúde.

No início de 2003, a COOPMED se interpôs entre duas opções de políticas administrativas, que deveriam pautar seu futuro imediato. Uma se referia a uma necessária expansão e transformação comercial, diferenciada da tradicional e amadurecida venda de livros e produtos para os profissionais de saúde. Outra, mais árdua, menos previsível, seria um investimento na Editora Coopmed.

Optou-se pela Editora. O argumento de sustentação foi ser a Editora um objetivo finalístico da Coopmed, explícito no seu estatuto e no seu nome de batismo.

À parte a Engenharia de Produção, a aprendizagem de aprender fazendo, a busca por qualidade e beleza, o constante e contínuo contingenciamento financeiro e o esforço cotidiano para executar uma função ainda não estimulada pelo nosso capitalismo incipiente, há os relacionamentos humanos.

Minas Gerais possui, hoje, apenas uma editora mineira de livros médicos, a Editora Coopmed. À parte algumas atividades editoriais modestas, quase individuais, ainda presentes, todas as outras editoras mineiras foram incorporadas pelas grandes empresas do mercado nacional. Como editora ligada ao cooperativismo, é a única no Brasil com essa característica. Seus números não são modestos. Possui  165 títulos registrados na Biblioteca Nacional desde que se modernizou e passou a registrar suas obras. Somente nos último  ano publicou 23 novos títulos, com tiragem total de 30 mil exemplares, e na sua "linha de produção" atual estão mais outros 12 títulos, com tiragem projetada de 24.000 exemplares.  Ao lado da edição de livros, a editora Coopmed publicou por 15 anos a Revista Médica de Minas Gerais, principal veículo de divulgação técnico-científica dos médicos mineiros, e suplementos vinculados a essa revista. Participou também de outros periódicos, como a Revista Mineira de Enfermagem, Revista Casos Clínicos em Psiquiatria e Femina. Por isso mesmo, entidades ou associações científicas que se interessarem por esse tipo de publicação têm a Coopmed como alternativa viável para essa finalidade. Trata seus autores como associados que são e, portanto, paga, com justiça e oportunidade, seus direitos autorais.

Para maiores informações sobre a Editora Coopmed, normas e como publicar pela Editora Coopmed, entrar em contato pelo: [email protected]

 

Coopmed: qualidade, inovação e facilidade para os profissionais da área das ciências médicas